MANCHAS

MANCHAS
0 10 fevereiro 2015

Alerta às manchas
Se alguém começa a ter grandes manchas, sem motivo aparente, deve se preocupar; pode ser doença causada por problemas de coagulação.
Após sofrermos um tombo, uma simples pancada ou uma contusão, qualquer incidente em que ocorra um pequeno ou grande sangramento, nosso corpo os denuncia pelos hematomas, aquelas desagradáveis manchas que vão do roxo para o azul-negro, depois ficam verde, amarelas até desaparecerem. Essas nódoas resultam de um acúmulo de sangue e seu extravasamento devido à ruptura de vasos sanguíneos em determinado lugar do organismo, externo ou interno. As mulheres são mais propensas pela maior fragilidade capilar.
“quando se investiga uma mancha roxa em mulheres, visa-se comprovar sua normalidade, enquanto nos homens procura-se localizar alguma doença, pois é muito mais fácil encontrar neles uma anormalidade denunciada por uma mancha”
Geralmente provocados por algum tipo de choque, traumatismo ou acidente, os hematomas ainda podem ser devido à alterações hematológicas ou outras causas e sua gravidade dependera da localização ( tecidos, unhas, pele, orgãos) e também da formação ou não de coagulos. Em pessoas de pele muito sensível ou de veias finas, eles podem ser provocados por uma simples aplicação de injeção ou coleta de sangue, sendo mais frequentes em crianças e idosos, pois esses são os grupos que sofrem mais traumas; no idoso cuja a fragilidade capilar é maior, é comum ocorrerem manchas no dorso das mãos e nos braços , chamadas de púrpura vascular, tendência que aumenta nos pacientes que fazem uso de ginco biloba. Pacientes que usam aspirina regularmente podem ter essa fragilidade, sem que seja uma doença, mas se o sangramento começa a ser frequente e de maio proporção deve ser levada ao profissional que que indicou a medicação. Hoje também se observa , que alguns tipos de antidepressivos podem aumentar as manchas hemorrágicas.
Se alguém começa a apresentar grandes manchas sem motivos aparentes ( traumas, uso de medicamentos, fragilidade capilar), isso poder provocado por problemas de coagulação. Entres as causas, estão problemas no fígado, diminuição do numero de plaquetas, ou ainda displasia medular ou leucemia, ou podem ser devido a varios fatores como o uso ou contato direto com inseticidas ou pesticidas, etc.
Qualquer hematoma muito grande com sangramento dentro do tecido exige uma atenção redobrada, para não evoluir para um aumento muito forte da pressão sobre os vasos, nervos e músculos da área afetada, podendo com a diminuição do fluxo arterial na área, provocar grangrena e levar à perda daquela extremidade. É possível prevenir essa ocorrência drenando-o por via cirúrgica.
Os hematomas comuns tendem a desaparecer em uma ou duas semanas, feitas após compressas de gelo no primeiro dia, nos subsequentes com agua ou chá de camomila mornos. Também se aplica pomada de arnica.
Para a fragilidade vascular em si, não existe remédio específico; o que se usa eventualmente é vitamina c, que pode ser associada a rutina ( substância que fortalece as paredes venosas, encontrada em vegetais como arruda). No idoso é preciso verificar se as maior frequência das manchas é devida ao uso de remédios.
“o melhor remédio ainda é a prevenção”

Posted in Artigos